Freguesias Construção da nova Junta de Vermoim decorre “a bom ritmo”Economia A Praça já abriu na InternetAtualidade Famalicão celebra 25 de Abril com sessão solene onlineEconomia Famalicão lidera investimento industrial na regiãoSaúde Paulo Cunha em ciclo de conferências da CESPUAtualidade Comércio da Vila é o novo “centro comercial” de FamalicãoDesporto Famalicão sensibiliza para a ética no desportoEducação Câmara avança com obras de remodelação e ampliação na pré-primária de BairroEconomia Temos Praça!Câmara Reunião Municipal de 04/03 com transmissão em diretoMobilidade Está aberta ao público a Via Ciclo Pedonal entre Famalicão e GondifelosFreguesias Ampliação e modernização do cemitério de Gondifelos honra a memória de quem parteCâmara Município promove webinnar sobre utilização do novo balcão de atendimento digitalMobilidade Reativada a utilização do Passe Sénior FelizCultura e Turismo Famalicão chama jovens músicos para estágio em orquestraMobilidade Câmara e ACP promovem ciclo de formação sobre educação e segurança rodoviáriaCâmara Apoios para fixar jovens e premiar bombeiros voluntários Atualidade Câmara de Famalicão abre candidaturas aos Selos Visão’25Cultura e Turismo O “Discurso Silencioso” de Jorge Pinheiro na Ala da FrenteDesporto Famalicão lança plano para a retoma da atividade físicaCOVID-19 Centro de Vacinação Covid 19 de Famalicão já vacinou mais de 14 mil pessoasEducação Famalicão conclui processo de remoção de fibrocimento nas escolas do concelhoCâmara Famalicão prevê conclusão do PDM em 2022Cultura e Turismo Candidaturas ao Prémio de História Alberto Sampaio decorrem até 31 de maio
O SEU LUGAR

Residentes / Cultura
Rede de Museus

Museu da Indústria Têxtil da Bacia do Ave

Rua José Casimiro da Silva - Outeiro
4760-355 Calendário - VNF

T: 252 313 986
E: geral@museudaindustriatextil.org

Horário:
Terça - Sexta:
10h00 - 17h30
Sábado - Domingo:
14h30 - 17h30

Encerra à segunda e feriados

Entrada Livre
O Museu da Indústria Têxtil da Bacia do Ave foi fundado em 1987 como resultado de um projeto de investigação centrado na industrialização do setor têxtil da Bacia do Ave, dinamizado pelo Programa de Arqueologia Industrial da Universidade do Minho. Inserido numa área fortemente marcada pela industria têxtil, é o único museu dedicado a esta atividade existente no norte do País.
O acervo museológico é constituído por um conjunto de máquinas, instrumentos e objetos representativos de várias épocas e dos diferentes processos de produção, pertencentes a antigas fábricas têxteis instaladas na região. Assumindo particular destaque os Teares, Urdideiras, Caneleiras, Calandras, Laminadores, Contínuos, Bobinadeiras, Dinamómetros e Balanças. Esta quase meia centena de máquinas têxteis retratam as três principais etapas de produção: fiação, tecelagem e acabamento.
O Museu da Indústria Têxtil da Bacia do Ave integra a rota “Famalicão Turismo Industrial”.


Missão
Formar cidadãos mais conscientes dos impactos da produção têxtil e dos seus consumos individuais.

Objetivos
1. Reforçar a posição do museu como destino turístico;
2. Construir conhecimento sobre a arqueologia, o património e a museologia industrial, nacionais e internacionais;
3. Disseminar conhecimento e promover a reflexão sobre o passado e o presente da indústria têxtil;
4. Valorizar e qualificar o museu através da credenciação pela Rede Portuguesa de Museus;
5. Gerir, promover e enriquecer a coleção do museu.

Palavras inspiradoras
Identidade – Memória – Criatividade – Inovação – Empreendedorismo

Exposição Permanente

Sector de contexto histórico: fotos e textos elucidativos da História dos Têxteis no Vale do Ave.
Sector de linha de produção: máquinas de fiação, tecelagem e acabamentos.
- Centro de Documentação e reserva
- Sala de exposições e conferências.
Saiba mais sobre o Museu da Indústria Têxtil
Visite o website